Seis brasileiros tem renda igual a de 100 milhões de pessoas

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A desigualdade social no Brasil está cada dia maior. E com a Reforma Trabalhista e a Lei da terceirização aprovadas, o contraste entre ricos e pobres deve aumentar ainda mais. É o que aponta relatório da organização internacional OXFAM, divulgado hoje.

Fonte: Rede TVT

Anúncios

Milhares em Paris contra reforma do trabalho de Macron

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O movimento francês de esquerda A França Insubmissa (LFI, _La France Insoumise_) reuniu milhares de participantes numa manifestação contra a reforma do Código do Trabalho preconizada pelo Governo do Presidente Emmanuel Macron, reforma que os manifestantes definem como golpe contra o Estado social.

Fonte: Euronews

Reforma trabalhista viola convenções da OIT

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Faltam exatamente dois meses para que a reforma trabalhista entre em vigor no país, mas a nova lei vai contra as convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT). A conclusão, de especialistas e representantes dos trabalhadores, foi debatida no dia 11/09/17, no Senado Federal, em Brasília (DF).

Fonte: Rede TVT

Reforma trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Em 12 de novembro deste ano entram em vigor as modificações na lei trabalhista. Mas ainda há muitas dúvidas a respeito de como as alterações na CLT vão funcionar na prática. Nesta edição, Panorama pretende esclarecer algumas dessas dúvidas.

Fonte: TV Cultura

Home office é uma das novidades da legislação trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Uma das novidades da legislação trabalhista, sancionada pelo presidente Michel Temer, é a possibilidade de fazer home office, ou seja, trabalhar em casa. Com isso, o funcionário deixa de enfrentar problemas típicos de grandes cidades como o trânsito intenso, e pode focar na melhoria da produtividade.

Fonte: TV NBR

Contrato intermitente traz riscos para o trabalhador

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Especialistas em Direito do Trabalho explicam que o contrato intermitente beneficia o contratante, porque transfere todos os riscos para o empregado. Um operador de máquinas, por exemplo, é chamado para trabalhar 4 horas. Recebe por essas horas e não sabe quando será chamado de novo.

Fonte: Rede TVT

Professor explica aspectos da reforma trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Professor de História José Santana, da Universidade Estadual de Goiás (UEG) fala sobre a reforma trabalhista e de que forma ela vai influenciar na vida do trabalhador.

Fonte: TVUFG

Empresas preveem mais contratações com reforma trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Pequenos empresários acreditam na geração de mais empregos com a Reforma Trabalhista recém-aprovada. A mudança na lei permite a contratação pelo chamado regime intermitente e regulamenta o home office.

Fonte: Jornal da Band

Dieese diz que escudo protetor do sindicato deixa de existir

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Dieese, alerta que, diante da reforma trabalhista, sindicatos devem se reorganizar e realizar campanhas salariais para que o trabalhador não seja atingido. Ele também alerta para a arma que a direita usa de desqualificar a democracia e instituições como partidos e sindicatos.

Fonte: Rede TVT

Reforma Trabalhista mexe também com contratos já em vigor

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Sancionada sem vetos pelo presidente Michel Temer e com previsão para entrar em vigor em novembro, a Reforma Trabalhista irá valer para atuais e futuros contratos de trabalho. Mas, antes mesmo do prazo, a Reforma vai permitir a inclusão de novas regras por meio de medida provisória, como a permissão para que mulheres grávidas e em fase de amamentação possam trabalhar em ambientes insalubres.

Fonte: Jornal da Record

Mudanças da CLT terão efeitos a partir de novembro

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Patrões e empregados terão mais quatro meses para se inteirarem das principais mudanças nas relações trazidas pela Reforma Trabalhista. A lei que prevê negociações diretas entre empregador e funcionários entra em vigor em novembro.

Fonte: Jornal da Band

O que muda com a aprovação da reforma trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
As novas regras da reforma trabalhista só entram em vigor 120 após a aprovação do presidente Michel Temer, e vão alterar pontos determinantes do contrato entre empregador e trabalhador, como férias e jornada de trabalho, por exemplo.

Fonte: Jornalismo SBT

O significado político da aprovação da reforma trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Kennedy Alencar comenta o significado político da aprovação da reforma trabalhista em relação à estratégia do presidente Michel Temer, e as trocas de integrantes na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Fonte: Jornalismo SBT

Reforma trabalhista afeta relações entre patrões e empregados

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Uma das principais bandeiras do governo Michel Temer, a Reforma Trabalhista foi aprovada no Senado Federal nesta terça-feira (11/07). Dentre as principais mudanças há o fato de que a partir de agora as convenções e os acordos coletivos se sobrepõem às leis trabalhistas, as férias podem ser divididas e o imposto sindical passa a ser opcional. Veja mais detalhes na reportagem.

Fonte: Jornal da Record

Afinal, o que a reforma trabalhista propõe?

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A reforma trabalhista é uma das principais promessas do presidente Michel Temer e também uma das propostas mais polêmicas deste governo. Mas, afinal, o que a reforma propõe? O que deve mudar mesmo na sua vida?
Fonte: TV Folha

Governo quer votar já, a Reforma Trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O presidente Michel Temer trabalha para que o Senado aprove a urgência na votação do projeto de Reforma Trabalhista, que seria, desse modo, votado já no dia 6 de julho de 2017. Para isso, Temer tem como aliado o presidente do Senado, Eunício Oliveira. Na Comissão de Constituição e Justiça, o relatório do senador Romero Jucá foi aprovado por 16 a 9 sem alterações no texto.

Fonte: Jornal da Record

Mas qual o destino das reformas previdenciária e trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Em placar apertado, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado rejeitou, na semana passada, o relatório da Reforma Trabalhista. Ainda assim, o projeto segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, deverá passar pelo plenário do Senado. Já a Reforma da Previdência ficou estagnada após as delações dos donos da JBS. Em meio às incertezas políticas, o governo decidiu adiar as votações para o segundo semestre. Mas qual o destino destas Reformas e os impactos para trabalhadores e governo?

Fonte: Ulbra TV

Reforma Trabalhista avança no Senado

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A Reforma Trabalhista avançou mais uma etapa no Senado. O relatório foi lido na Comissão de Assuntos Sociais e deve ser votado na próxima semana.

Fonte: Jornal da Band

Reforma trabalhista provoca 100 mudanças na CLT

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) foi criada a mais de 70 anos e já teve mais de 900 alterações. A reforma em discussão no Congresso Nacional traz mais 100 mudanças nesta lei.

Fonte: TV Brasil

Reforma trabalhista

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O programa Novos Tempos debate hoje a Reforma Trabalhista. O projeto que foi aprovado pela Câmara dos Deputados e que agora está em análise no Senado. Este projeto do governo tem gerado muito polêmica. O que que está por trás disso? A legislação trabalhista precisa de fato de reformas? O que você pensa nisso.

Fonte: PUC TV Minas