O gás de cozinha está mais caro

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O botijão de gás, de 13 kg, está mais caro desde ontem, 11 de outubro de 2017. O reajuste de 12,9% foi autorizado pela Petrobrás, e seria reflexo da avaliação da cotação do produto no mercado internacional.

Fonte: TV Sorocaba

Anúncios

Inflação tem alta de 0,16% em setembro

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A inflação medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em setembro foi de 0,16%. Apesar da pequena alta, o índice acumulado neste ano é o menor desde 1998. De acordo com o IBGE, o setor de alimentos está entre os que apresentaram deflação. Os itens pesquisados, na média, ficaram 0,41% mais baratos.

Fonte: Jornalismo SBT

Queda nos preços e no consumo diminui o IPCA

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O principal índice que o governo usa para medir a inflação, o IPCA, apresentou no mês passado, o menor índice dos últimos 20 anos.

Fonte: Jornal da Record

Feijão e arroz ajudam a segurar a inflação dos alimentos

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Os preços do feijão estão mais em conta. O carioca, por exemplo, baixou mais de 56% nos últimos 12 meses e o preto, olha só, baixou 31,8%.

Fonte: TV Direta Mococa

Inflação dos alimentos sobe 136% em 10 anos

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Como se não bastasse tantos aumentos, como gás, energia, combustível, os gastos com alimentação vem complementando os orçamentos das famílias.

Fonte: TV Direta Mococa

Cesta básica com preços menores

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Com a redução da inflação, os preços dos principais alimentos que compõem a cesta básica estão mais baratos. É a quarta redução consecutiva e a variação foi de 0,19% em agosto.

Fonte: TV NBR

Petrobras anuncia reajuste no preço do gás de cozinha

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O gás de cozinha está mais caro a partir do dia 6 de setembro de 2017. A companhia diz que o aumento é referente aos efeitos do furacão Harvey.

Fonte: Jornal da Band