Anunciado o fim do surto de febre amarela no país

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O Ministério da Saúde anunciou o fim do surto de febre amarela no país. Desde de junho de 2017 não há registros de casos da doença.

Fonte: TV Brasil

Anúncios

Aedes aegypti pode levar febre amarela às cidades

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A febre amarela, transmitida desde a década de 1940 somente por mosquitos silvestres, pode voltar para os centros urbanos levada pelo Aedes aegypti.

Fonte: Jornal da Band

Descoberta mutação no vírus da febre amarela

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) finalizaram o sequenciamento genético do vírus da febre amarela e descobriram uma alteração inédita no tipo de vírus em circulação no país. A preocupação era de que a mutação pudesse anular o efeito da vacina.

Fonte: TV Brasil

Febre amarela ameaça o mico leão dourado

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Graças a um trabalho bem feito nas últimas décadas, o mico leão dourado foi salvo da extinção. Porém, com o surto de febre amarela que atinge o Brasil, ele está em risco, assim como o ser humano e os outros macacos. De acordo com o Ministério da Saúde, 209 pessoas morreram vítimas da doença só em 2017. E como não é possível vacinar todos os macacos da natureza, não há como evitar a transmissão da doença nas florestas.

Fonte: Domingo Espetacular

Febre amarela: como uma cidade bloqueou a doença

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg?w=585

Uma cidade imune à febre amarela tem chamado a atenção no Vale do Mucuri. Na região, até agora, já foram registradas 73 mortes em razão da doença, mas, no município de Franciscópolis, não há sequer um caso confirmado. Tudo graças à dedicação de uma enfermeira e da equipe dela.