Brasil fica atrás da Venezuela no ranking do IDH da ONU

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
No Brasil, entre os jovens de 15 a 24 anos, o desemprego ultrapassa os 30%, o maior entre os países da América do Sul. Esse é um dos fatores que colaboram para que o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país não apresente melhoras. Outro ponto que derruba a nota do Brasil no IDH da ONU é a desigualdade de gênero. A mulher recebe, em média, 43% a menos do que o homem para exercer a mesma função. Ao todo, 189 países foram avaliados pela Organização das Nações Unidas. O Brasil teve uma melhora insignificante em relação ao último levantamento. Aparece na posição de número 79 no ranking. Poderíamos estar melhor se a participação feminina na política fosse maior. E, acredite, o país com menor IDH do mundo tem mais mulheres no parlamento do que o Brasil.

Fonte: SBT Jornalismo

Anúncios