PF aponta indícios de que Temer recebeu vantagem indevida

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A Polícia Federal enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 6 de setembro de 2018, um relatório de 153 páginas que aponta indícios de que o Presidente Michel Temer recebeu vantagem indevida da construtora Odebrecht. De acordo com o documento, a empreiteira teria pago R$ 10 milhões em propina para políticos do MDB, em 2014. Michel Temer é acusado de ter recebido quase R$ 1,5 milhão, repassado em três momentos.

Fonte: SBT Jornalismo

Anúncios