Cresce o número de investidores no Tesouro Direto

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Existem três tipos de títulos: os atrelados à inflação, os prefixados e os que pagam o valor da Selic, que é taxa básica de juros determinada pelo Banco Central. São cobradas duas taxas: a de corretagem, de no máximo 0,5% sobre o valor aplicado, e outra menor, de 0,3%, que vai para a B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. Se a aplicação já era atraente, calcule então sem a taxa de corretagem. Essa é uma tendência, pois, atualmente, de cada 10 instituições, entre corretoras e bancos que operam com o Tesouro Direto, quatro abrem mão da cobrança.

Fonte: SBT Jornalismo

Anúncios