Justiça amplia a lista de doenças graves para saque do FGTS

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Fazer tratamento contra doenças graves não é barato. Além de ter que gastar com remédios, a renda do paciente diminui quando ele tem que se afastar do trabalho. Em São Paulo, uma ação civil pública pediu que a Caixa Econômica Federal (CEF) aumente a lista de doenças graves para saque do FGTS. O Tribunal Regional Federal da 3ª Região condenou a Caixa e ampliou a decisão para todo o Brasil. O banco recorreu a instâncias superiores.

Fonte: Programa Via Legal

Anúncios