Quanto a violência já custou ao Brasil?

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Segundo um estudo inédito do governo federal, o país perdeu mais de R$ 450 bilhões por causa dos homicídios ocorridos entre 1996 e 2015. Em 20 anos, o número médio de assassinatos saltou de 35 mil para mais de 54 mil por ano, e os recursos à segurança pública subiram 162%. Mesmo assim, o país não conteve o avanço do crime.

Fonte: DW Brasil

Anúncios

Mudança climática

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O Brasil tem como meta reduzir o número de emissões de gases poluentes até 2020. Mas o país está realmente comprometido com estes objetivos. Saiba mais no Conexão!

Fonte: Canal Futura

Parques do Brasil – Parque Nacional das Emas

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Série de documentários mostra a biodiversidade brasileira. O projeto é fruto da parceria entre a Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), a TV Brasil e o ICMBio. No episódio de hoje Parque Nacional das Emas. Confira!

Fonte: Canal ICMBio

Entenda o que é a síndrome do intestino irritável

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
No programa Sempre Feliz, da Rede Super, a gastroenterologista Joyce Rocha explica causas e tratamentos da síndrome do intestino irritável.

Fonte: Rede Super de Televisão

Como são feitas as espadas

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Hoje vamos ver como é feita uma espada, numa fábrica localizada em São Vicente, no litoral do Estado de São Paulo. Confira!

Fonte: Manual do Mundo

Investimento na educação é três vezes menor que o ideal

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A Campanha Nacional pelo Direito à Educação lançou a atualização de indicadores do custo do ensino de qualidade da educação pública no Brasil. Os dados são alarmantes e mostram que as ações do governo de Michel Temer provocam retrocessos na educação do país.

Fonte: Rede TVT

Educação para ciência

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A última pesquisa do Governo Federal sobre percepção pública da ciência e tecnologia mostrou que 61% dos brasileiros têm interesse pela área. Mas como transformar esse interesse numa carreira de fato?

Fonte: Canal Futura