Cresce número de assassinatos no campo

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A Comissão Pastoral da Terra (CPT) aponta que, no Brasil, aumentou em 15% o número de assassinatos em conflitos no campo, em 2017, em relação a 2016. É o maior desde 2003. Os assassinatos atingem trabalhadores e trabalhadoras rurais sem-terra, indígenas, quilombolas, posseiros, pescadores, assentados e a população ribeirinha.

Fonte: Rede TVT

Anúncios