Empresas que usem trabalho escravo terão CNPJ suspenso

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Foi aprovado nesta semana um parecer favorável ao projeto que permite cancelar por até 10 anos o CNPJ de empresas que usem trabalho análogo à escravidão. Segundo o Ministério do Trabalho, em 2017, 404 homens e mulheres foram resgatados de condições semelhantes à de escravidão no Brasil.

Fonte: TV Brasil

Anúncios