Situações que a vacina da febre amarela não é recomendada

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Com o aumento do número de casos de febre amarela, principalmente na região Sudeste, a procura pela imunização disparou. Em São Paulo, moradores do interior e do litoral estão organizando até mesmo caravanas para tomar a vacina na capital. Mas apesar dos riscos oferecidos pela doença, não é todo mundo que deve tomar a vacina. As lactantes, por exemplo, precisam interromper a amamentação durante 10 dias após a imunização. Já no caso das gestantes e dos idosos, é importante analisar se a pessoa está realmente exposta à doença.

Fonte: Jornalismo SBT

Anúncios