Tecnologias para o bem viver

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O uso das tecnologias sociais pelas famílias agricultoras no Semiárido brasileiro impulsionou a convivência com a região e a preservação da biodiversidade. As famílias construíram autonomia em seus processos produtivos. Diversas escolas fortaleceram a educação contextualizada com o resgate da sabedoria comunitária. E comunidades se tornaram mais livres das imposições capitais preservando suas sementes crioulas. A partir do saber popular, essas tecnologias fortalecem milhões de moradores rurais, que saem da subalternidade para serem sujeitos em um Semiárido Vivo.

Fonte: Articulação Semiárido

Anúncios