Grileiros ameaçam área de proteção ambiental no Pará

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A área de proteção ambiental no Sudoeste do Pará é maior do que a cidade de Belo Horizonte: tem 35 mil hectares. Mas esse refúgio de floresta amazônica está mais uma vez sendo ameaçado pela ação de grileiros na região. O assentamento criado pela missionária Dorothy Stang, assassinada em 2005, voltou a ser invadido. Parte da mata foi incendiada e muitas toras de madeira já foram removidas. Promotores dos Ministérios Públicos do Pará e Federal recomendam o reforço na fiscalização e a punição dos responsáveis para conter as invasões.

Fonte: Jornalismo SBT

Anúncios