Declaração de Trump pode gerar onda de violência

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Após a declaração de Donald Trump reconhecendo Jerusalém como capital de Israel, palestinos declararam três dias de fúria contra o líder dos Estados Unidos. A cidade é considerada sagrada para judeus, muçulmanos e cristãos, e é reivindicada tanto por israelenses, quanto por palestinos. Para grande parte da comunidade internacional, a solução para os conflitos na região seria a soberania da cidade e a partilha por um processo de paz, o que foi contrariado pelo presidente norte-americano.

Fonte: Jornalismo SBT

Anúncios