Benefícios da colheita mecanizada nas refinarias de etanol

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
As mudanças tecnológicas pelas quais tem passado o setor sucroenergético brasileiro nos últimos anos, tais como a substituição do plantio e da colheita manual pela mecanizada e a produção de etanol de segunda geração (2G) – obtido da palha e do bagaço da cana-de-açúcar –, tem modificado o perfil de trabalhadores atuantes nas refinarias de etanol.

Fonte: Agência Fapesp

Anúncios