A interferência russa nas eleições americanas

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O ex-diretor do FBI James Comey confirmou ter sido despedido por causa do inquérito que conduzia às alegadas interferências da Rússia durante as eleições presidenciais de Novembro. Frente à comissão dos serviços secretos do Senado norte-americano, Comey detalhou as alegadas pressões de Trump antes da sua oxeneração no dia 9 de maio. O ex-responsável confirmou que Trump teria pedido, em Janeiro, que suspendesse a investigação ao ex-assessor de segurança da Casa Branca Michael Flynn.

Fonte: Euronews

Anúncios