Receita perde R$ 25 bilhões na fusão do Itaú com Unibanco

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Por cinco votos a três o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) decidiu que o banco Itaú não precisa pagar R$ 25 bilhões em impostos pela fusão com o Unibanco. O negócio deu origem ao maior banco privado do Brasil. O caso ganhou destaque depois que o antigo relator do processo, João Carlos de Figueiredo Neto, foi preso pela Polícia Federal na Operação Zelotes. Ele é suspeito de pedir propina de um milhão e meio de reais ao Itaú.

Fonte: Jornal da Record

Anúncios