Mais de 40 marcas de azeites são fraudadas

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg

O Ministério da Agricultura descobriu que óleo vegetal de baixa qualidade e com produtos que fazem mal à saúde era vendido como se fosse azeite de oliva virgem ou extravirgem. As irregularidades foram descobertas em um terço das amostras analisadas. Ao todo, 140 marcas de azeites foram analisadas e 45 têm fraudes.

Fonte: Jornal da Record

Anúncios

Crack: a praga da lavoura

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg

No território de fazendeiros e trabalhadores rurais, o consumo de crack só perde para o do álcool. E, mesmo assim, as pesquisas são incipientes e as políticas públicas para combater o vício entre os lavradores são praticamente inexistentes.

O Caminhos da Reportagem foi ao interior paulista, onde trabalhadores consomem a droga na própria lavoura ou depois do trabalho no campo, para mostrar e discutir essa triste realidade. “O canavial é muito fácil para se usar crack porque é um mar de cana. Você se perde ali. Não há fiscalização”, alerta a socióloga Arlete Fonseca.

Ex-trabalhadores rurais e um filho de fazendeiro contam como conseguiram se livrar do vício e dos traficantes. Muitos deles perderam tudo, inclusive a família. “Acabei entrando na dependência do álcool e da droga. E hoje estou na luta”, desabafou o trabalhador rural José Bento dos Santos no programa.

Fonte: Tvbrasil

Ar frio na costa do sul e sudeste

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg

Boletim de previsão do tempo contendo informações sobre as imagens de satélite, previsão, temperatura mínima e máxima prevista e a tendência do tempo para os próximos dias.

Fonte: TV Climatempo

Lançado manifesto "Projeto Brasil Nação"

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg

Manifesto do Projeto Brasil Nação

Neste manifesto inaugural estamos nos limitando a definir as políticas públicas de caráter econômico. Apresentamos, assim, os cinco pontos econômicos do Projeto Brasil Nação.

  1. Regra fiscal que permita a atuação contracíclica do gasto público, e assegure prioridade à educação e à saúde.
  2. Taxa básica de juros em nível mais baixo, compatível com o praticado por economias de estatura e grau de desenvolvimento semelhantes aos do Brasil.
  3. Superávit na conta corrente do balanço de pagamentos que é necessário para que a taxa de câmbio seja competitiva.
  4. Retomada do investimento público em nível capaz de estimular a economia e garantir investimento rentável para empresários e salários que reflitam uma política de redução da desigualdade.
  5. Reforma tributária que torne os impostos progressivos.

Esses cinco pontos são metas intermediárias, são políticas que levam ao desenvolvimento econômico com estabilidade de preços, estabilidade financeira e diminuição da desigualdade. São políticas que atendem a todas as classes exceto a dos dentistas.

A missão do Projeto Brasil Nação é pensar o Brasil, é ajudar a refundar a nação brasileira, é unir os brasileiros em torno das ideias de nação e desenvolvimento – não apenas do ponto de vista econômico, mas de forma integral: desenvolvimento político, social, cultural, ambiental; em síntese, desenvolvimento humano. Os cinco pontos econômicos do Projeto Brasil Nação são seus instrumentos – não os únicos instrumentos, mas aqueles que mostram que há uma alternativa viável e responsável para o Brasil.

Leia mais e assine o Manifesto do Projeto Brasil Nação.

Fonte: Rede TVT

Propriedade oferece aos visitantes bons momentos junto à natureza

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg

O cheiro do campo, trilha na mata nativa, banho de sanga, comida no fogão a lenha, churrasco no fogo de chão, etc., são lembranças que remetem aos bons tempos de infância. Uma propriedade familiar, no interior de Passo Fundo, no Rio Grande do Sil, resgata essas lembranças da vida no campo, é a Fazenda Tropeiro Camponez, que reúne uma boa programação pra quem quer passar bons momentos em meio à natureza!

Fonte: Emater/RS-Ascar

Cuidados básicos com uma parreira de uva

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg

Essa é a dúvida técnica de uma telespectadora do Rio Grande Rural, e a equipe do Emater Responde foi ao distrito de Ana Rech, em Caxias do Sul, para conferir as sugestões do agrônomo da Emater/RS-Ascar, Ênio Todeschini.

Fonte: Emater/RS-Ascar

Comunidade indígena produz alimentos para merenda escolar

Clique na imagem para ver este vídeo
0.jpg

Dia 19 de abril é comemorado o Dia do Índio, e a Emater/RS-Ascar vem trabalhando ao longo dos anos, com comunidades índigenas, incentivando ações de inclusão social e produtiva, segurança e soberania alimentar e geração de renda. Em Viamão, localidade do Cantagalo, no Rio Grande do Sul, a comunidade produz alimentos para a merenda escolar.

Fonte: Emater/RS-Ascar